quinta-feira, 28 de março de 2013

Os gatos, a espiritualidade e o que você tem com tudo isso

Eu amo gatos! Normalmente quem gosta de cachorros não gosta de gatos e vice-versa, acham que eles são metidos, imponentes demais, mas... No fim das contas as pessoas nem sabem exatamente por que odeiam gatos, afinal, o que os gatos fizeram? É mais fácil um cachorro fazer caca na sua casa... Gatos são muito limpos, não gostam de caca em qualquer lugar, são muito inteligentes, eu amo cachorro pessoal, não tenho preconceito nenhum com eles, cachorros são incríveis, na verdade os animais são incríveis mesmo, quado a gente cuida de um animal a gente se doa um pouco também, assim como eles se doam pra gente, animal faz parte da família e merece atenção e mimos e todas as melhores que você puder dar de coração!

Algumas vezes eu me pergunto... (E creio que você também) a respeito da espiritualidade dos animais... Acho incrível como alguns animais se sentem atraídos por nós, ou mesmo não gostam de nossa presença, animais são muito sensíveis, por isso acredito na filosofia que diz: "Não confie em pessoas que não gostam de animais e em pessoas que seus animais não gostem"; alguns nos atraem, outros não, e não digo no sentido estético, é claro, mas no sentido não-físico, eles são bons companheiros para um depressivo, um bom motivo para parar de fumar, são os olhos de deficientes visuais, salvam vidas no meio das geleiras, são absolutamente expressivos e sinceros e não há muito espaço para falar deles aqui exatamente como eles merecem, estão mais preparados para viver no nosso planeta do que nós, por isso, acho que deveríamos nos curvar diante deles!


Mas, voltando aos gatos... Gatos são realmente animais interessantes, acho que estão realmente ligados a espiritualidade, desde há muito eram venerados no Egito, e tiveram lá sua personificação na Deusa Bastet (ou Bast, Ubasti, Ba-en-Aset, Airulos), deusa da fertilidade e gravidez, era uma deusa solar, mas após os gregos chegarem ao Egito ela foi associada à deusa Ártemis e consequentemente à Lua, nos templos de Bastet eram criados gatos, que os egípcios acreditavam serem a encarnação da deusa, por isso os tratavam com enorme requinte e quando eles morriam era mumificados e colocados em locais especialmente feito pra eles, a adoração dos egípcios pelos gatos foi por que viram que eram perfeitos para combater os ratos que espalhavam doenças e detonavam suas plantações decretando-se então o animal como sagrado, as egípcias tetavam na maquiagem imitar o contorno dos olhos dos gatos que consideravam belos e imponentes, porém o amor dos egípcios pelos gatos levou a uma derrota no mínimo histórica: O comandante persa Cambises II ao saber da adoração dos egípcios pelos gatos usou gatos à frente de suas tropas como escudo ao enfrentar os egípcios! Os egípcios não ofereceram resistência. Se rederam aos persas pois não podiam matar um animal sagrado!




Na mitologia nórdica você encontra dois gatos puxadores da carruagem de Freya, a deusa do amor e fertilidade, os dois gatos eram representantes das qualidades da deusa: a ferocidade e a fertilidade, e muitos templos pagãos dessa região eram decorados com imagens de gatos




Uma lenda hebraica diz que os gatos foram criados dentro da arca de Noé, pois Noé preocupado com a grande quantidade e reprodução de ratos dentro da arca implorou a Deus por uma solução, então Deus fez o leão espirrar e do espirro saiu o felino doméstico que conhecemos hoje, existia uma lenda babilônica que tinha uma afirmação parecida; na Ásia os gatos foram venerados pelos primeiros budistas pela sua capacidade de concentração e alto-domínio semelhante à obtida por meio da meditação, na china antiga usavam-se estátuas de gato para afugentar os maus espíritos, e para eles existiam gatos bons e ruins, os ruins possuíam duas caldas, as lendas maometanas associam muito os gatos a Maomé, inclusive uma das lendas diz que gatos salvaram a vida do profeta quando cobras tentaram matá-lo; na cultura Celta os gatos se associam a Cerridwen por meio de seu filho Taliesin que segundo contam as lendas foi um gato em uma de suas encarnações, os celtas também acreditavam que os gatos eram reencarnações de seus entes queridos que vinham para nos aconselhar; algumas lendas finlandesas dizia que a alma dos mortos eram levadas por carruagens puxadas por gatos...

Dentro da cultura popular os gatos ganharam a fama de terem 7 vidas, isto se associaria à sua astúcia para escapar de atentados à sua vida ou segurança, na idade média no século XV o papa Inocêncio VIII incluiu gatos na lista de hereges perseguidos pelo Tribunal do Santo Ofício, então foram associados aos espíritos de  baixa índole e queimados junto com pessoas acusadas de bruxaria, assim na idade média foram muito maltratados, perseguidos, estripados por pessoas que acreditavam estarem ligados ao demônio, por isso os gatos de cor preta são associados ao terror e ao suspense, um exemplo de suspense é o conto de Edgar Allan Poe "O gato negro" onde o gato é acusado de todas as coisas sobrenaturais que acontecem na história.



Hoje em dia, sabemos que a aversão a estes animais não são mais tão evidentes, apesar dos gatos ainda serem vítimas de agressão junto à outros animais, o que continua sendo uma medida apelativa falar que esse tipo de coisa é inaceitável, mas claro, é evidente que tem que ser feita!

Os gatos quando abandonados se adaptam facilmente à vida selvagem, e os filhotes caçam em prol de sua sobrevivência, um gato de rua tem uma expectativa de vida de 3 anos, já gatos cuidados por humanos vivem mais de 20 anos, estudos inclusive dizem que pessoas que possuem gatos reduzem em 30% sua chance de morte por infarto pois o convívio com os bichanos traz tranquilidade, uma das causas de acidentes cardiovasculares.

Algumas pessoas acreditam que os gatos estão muito ligados a espiritualidade, pessoas que possuem gatos acreditam nisso, inclusive acreditam que eles pertençam à uma esfera diferente da nossa, por isso tenham um contato constante com esse mundo diferenciado, um amigo que possui gatos persa me disse que seu gato sabe quando ele está triste, um dia tinha brigado com a esposa e o gato se aproximou dele imediatamente como nunca tinha feito... De um jeito especial. Gatos nos encaram quando falamos com eles, e tem olhos absolutamente inteligentes, por isso olhe nos seus olhos quando falar com eles, o gato ao contrário dos cães, não perdeu sua identidade semi-selvagem ao lidar com a domesticação, independência e desprezo às coisas que não satisfaçam o seu instinto, ele nunca pertencerá somente ao dono, só se aproxima de acordo com sua vontade, seu comportamento será sempre libertário. O gato pode viver à margem de um lar, pois sua personalidade não se dá por espécie como os cães, mesmo um gato sendo menor que um homem, este tem 230 ossos, enquanto o homem tem 206, muitas pessoas pesam que gatos só comem e dormem, mas não é bem assim, os gatos cumprem missões em nossas vidas, assim como todos estes animais que nos cercam, alguns acreditam que os gatos acordados perambulando em nossas casas estão limpando as energias, e dormindo emanam elas para o universo, quem nunca viu um gato olhando para o nada? Bem, eles enxergam muito bem, podem visualizar bichos microscópicos que não conhecemos e ver os campos espirituais que duvidamos...  Algumas pessoas acreditam que gatos que miam em cantos da casa aparentemente sem motivo estão avisando a respeito das energias que ali precisam ser mudadas, mas as suas concepções pessoais também são válidas...


Então, ame seu gato, e os gatos de rua, o gato não tem maldade, tem instinto, e age em prol de sua sobrevivência, não tem nada de engraçado desrespeitar um gato chutando-o ou amarrando coisas no seu rabo, ou mesmo lançando-o de algum lugar para ver como ele pousa, eles são seres especiais que tem vida e sentimento e necessitam de nosso apoio para sobreviverem, e nosso carinho e compaixão para retirarmos todos os que pudermos das ruas...

O trabalho de algumas pessoas, divulguem! Precisamos de mais amor e compaixão:
*


*

2 comentários:

Manuella disse...

Eu também adoro animais,tenho um gato e um cão.

Marília disse...

Manuella, animais são a minha paixão também! ^^ já tive coelho, cachorro, porquinho-da-índia, hamster... Já cuidei de animais abandonados... Eles fazem parte de nós, são nossos amigos e mais fiéis companheiros! E ter um cão e um gato em harmonia dentro de casa deve ser uma experiência incrível e pra poucos(as)! Parabéns! ;)